Últimas

6 de outubro de 2016

Alimente-se corretamente e mande bem nos esportes


Você curte praticar esportes, nem que seja aos finais de semana? Pois saiba que tão importante quanto praticar regularmente uma atividade física é a alimentação que, se saudável e regrada, pode te levar mais longe, como ao podium por exemplo. Confira 5 dicas nutricionais vitais para quem se dedica ao esporte ou tem nele um motivador para superar os desafios diários.

A lista, que você confere a seguir, foi elaborada com exclusividade ao portal Terra pela nutricionista Karina Al Assal, especialista em nutrição esportiva

1. Mantenha-se hidratado: se para pessoas comuns a hidratação é essencial para a saúde, desempenho físico e mental, para os atletas amadores e profissionais nem se fala. Ingerir líquidos corretamente é tão importante quanto alimentar-se porque evita a fadiga e contribui bastante para se manter o foco. O ideal é medir a quantidade de líquido perdida durante o exercício para repô-la com água, água de coco ou isotônicos (os famosos "Gatorades"). Lembrando que a hidratação deve acontecer o dia todo, não só durante ou após os exercícios. A dica é beber 1 copo de água (200 a 250 ml) a cada hora do seu dia ou até a hora de dormir.

2. Consuma alimentos anti-inflamatórios: alguns alimentos são conhecidos por possuírem essas propriedades como aqueles ricos em ômega 3 (salmão e a sardinha, por exemplo) e em gorduras boas, como aquelas presentes no azeite e no abacate, que também conferem esse efeito. Especiarias como cúrcuma, gengibre e pimenta vermelha são outras boas opções porque auxiliam no equilíbrio do organismo e na recuperação dos efeitos da atividade física. 

3. Invista em carboidratos de baixo índice glicêmico: a energia que os atletas precisam para se superar nos esportes está, muitas vezes, na alimentação. Mais precisamente nos carboidratos de baixo índice glicêmico, como batata doce, mandioca, mandioquinha, abóbora, cereais integrais, entre outros. Para um melhor desempenho, é importante ter sempre seus estoques de carboidrato em dia, mas claro, sem exagero. Cada esporte pede uma quantidade específica de carboidratos. 

4. Corte o refrigerante: esse deveria ser eliminado de qualquer dieta independente se é atleta amador ou não. Além de prejudicar a saúde por conta das altas taxas de açúcar – para se ter uma ideia, cada lata de 350 ml contém, aproximadamente, sete sachês de açúcar –, os refrigerantes não fornecem nenhum tipo de nutriente importante para o nosso organismo. 

5. Reponha os antioxidantes: o esporte acaba infligindo certa carga de estresse ao organismo, aumentando a liberação de radicais livres, responsáveis por lesionar nossas células, contribuindo para o envelhecimento precoce, aparecimento do diabetes, entre outras doenças. Por isso, a ingestão de antioxidantes, como os encontrados em legumes – brócolis, couve e beterraba – e frutas – laranja, abacate e frutas vermelhas –, é muito importante. Afinal, são eles os grandes responsáveis pela destruição desses radicais livres.


Com informações do portal Terra
Imagem: reprodução


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...