Últimas

8 de agosto de 2016

Cartão Digio chega ao mercado para rivalizar com Nubank


Há quase 1 ano o mercado de pagamentos sofreu um alvoroço com a chegada do Nubank Platinum, um cartão de crédito desburocratizado controlado pelo smartphone, sem anuidades e com taxas de juros muito atrativas, que logo se tornou no objeto de desejo número 1 dos brasileiros (falamos sobre ele aqui). Agora, um concorrente de peso chega para disputar esse mercado que, pelo visto, veio para ficar. 


O novo cartão de crédito administrado pelo Banco CBSS, que pertence à Elopar (holding de dois grandes bancos brasileiros, Bradesco e Banco do Brasil) apresenta as mesmas características do concorrente pioneiro: isenção de mensalidade, de comprovação de renda, de taxas de emissão e manutenção, bem como a gestão dos gastos e parcelamento do pagamento, inclusive recebimento da fatura mensal, é feita por meio de aplicativo. Sem papel, sem telefone, sem e-mail, sem burocracia.

As diferenças ficam para o quesito bandeira, Digio utiliza a Visa enquanto Mastercard é a do Nubank, e para a ausência de crédito rotativo, que no Nubank a taxa de juros varia de 2,75% a 12% ao mês. No caso do Digio, o cliente que não queira ou não possa quitar 100% o valor da fatura, pode optar por uma das opções de parcelamento disponíveis em que a taxa varia entre 7,99% a 10,99%. 




Como solicitar o seu

No Digio basta baixar o app do cartão, que está disponível para Android e iOS, para preencher a solicitação com seus dados pessoais. É necessário ser maior de 18 anos e não possuir restrições em órgãos de proteção ao crédito, como SCPC e Serasa por exemplo.

De acordo com o CBSS, a resposta leva cerca de 15 dias por e-mail (talvez, o único que irá receber) e o cartão pode chegar na sua casa em até 15 dias úteis após a aprovação da análise de crédito. Bem menos tempo que o prazo dado pelo Nubank, que pode chegar a 3 meses.

Contudo, o "calcanhar de Aquiles" continua: enquanto que o grande e tentador diferencial são as taxas de juros praticadas por ambos, bem abaixo das dos cartões convencionais - sem falar na ausência de papel, na facilidade em administrar os gastos e contratar crédito via smartphone -, Digio e Nubank pecam na ausência de clube de vantagens e principalmente na falta de um programa de milhagem. Para quem viaja muito, essa última pode ser uma grande desvantagem. 

Se interessou? Agora, é fazer as contas e olhar para o seu perfil para saber se vale a pena migrar para esta nova "plataforma digital de pagamentos", como o próprio Digio se auto-intitula. Ainda tem dúvidas? Clique aqui e visite o site do cartão.


Informações e imagens: reprodução /divulgação


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...