Últimas

26 de junho de 2016

Aprenda sobre a água mineral que você consome


Que a água é fundamental para a vida e para o bom funcionamento do organismo todos já estamos calejados de saber. O que muita gente não sabe é que água envasada não é tudo igual e muito menos "muda apenas de marca", apresentando variação de acordo com sua origem, inclusive. Confira as principais características antes de colocar qualquer uma no seu carrinho de compras.

+40BC já tinha listado os benefícios de se manter hidratado - que você os confere clicando aqui - como aumentar a imunidade ao eliminar toxinas, evitar a prisão de ventre e ressecamento da pele, além de prevenir contra o envelhecimento precoce. Da mesma forma, não adianta sair bebendo a esmo e em doses cavalares porque não irá contribuir em nada.

Em geral existem duas regras: uma prega a ingestão de 2 litros por dia e a outra a de que se deve beber 35 ml por quilo do seu peso. Mais do que isso o corpo não consegue metabolizar e acaba eliminando-a pela urina. Portanto, o conselho que fica é procurar tomar 1 copo de água (200 a 250 ml) a cada hora, levando em consideração as refeições ricas em água que foram feitas ao longo do dia, como a ingestão de porções consideráveis de grãos cozidos (arroz e feijão, por exemplo), sopas, sucos, frutas, verduras, legumes e hortaliças. 

O cuidado maior são para com os idosos, que sentem menos sede a partir dos 60 anos e acabam por esquecer de se hidratarem ou sentem dificuldades para tomar água pura ao longo do dia. Nesse caso, sucos naturais, chás e águas aromatizadas naturalmente, como as feitas com rodelas de laranja ou com hortelã por exemplo, podem ajudar.




Água para o dia-a-dia


Além da recomendação do consumo de água filtrada, há quem prefira a versão mineral envasada, encontrando uma gama de tipos e marcas disponível no mercado. O que muita gente nunca se perguntou é sobre o real motivo de preferir uma marca a outra, exceto na questão preço, na hora de levá-las da gôndola do supermercado para casa. 

Apesar de alterar apenas a sensação nas papilas gustativas na hora de bebê-la, vale saber que a quantidade de bicarbonatos no rótulo indica qual tipo de água você está comprando e vale a pena ser conferida:

Leve ou levíssima - tem até 120 ml /litro de bicarbonato;

Média - de 120 a 150 ml /litro de bicarbonato;

Encorpada - acima de 15m ml /litro de bicarbonato.




Água para "de vez em quando"


A água mineral com gás, aquela que recebe artificialmente o dióxido de carbono para que borbulhe ao ser derramada no copo, deveria ser consumida eventualmente e em doses pequenas, como quando acompanhada do vinho ou do café espresso e que tem a função de limpar o palato para melhor apreciar os aromas da bebida principal.

Assim como nos refrigerantes e demais bebidas gaseificadas, o carbonato não acrescenta nada de bom à saúde e muito menos participa de alguma função no organismo, exceto a citada acima. Bem pelo contrário, ele pode participar na descalcificação dos ossos e dentes tornando-os frágeis e quebradiços. Para quem já sofre de osteoporose, bebidas com tal ingrediente devem ser evitadas ao máximo.


Águas Internacionais



De acordo com o site Fine Waters, há características que diferenciam a água produzida em algumas das principais regiões do mundo, como alteração na leveza e no sabor, que você confere a seguir:

Brasil - baixa mineralização, leve, proveniente de solo de país tropical. As fontes são variadas;

Estados Unidos - conta com várias fontes, de média a baixa mineralização;

Argentina e Chile - originária da Patagônia ou dos Andes, é leve e com baixa mineralização;

Canadá - tem baixa mineralização, mas produz versões mais ácidas e outras alcalinas;

França - é um dos lugares do mundo rico em fontes, algumas delas com mais de mil anos de funcionamento. Talvez por isso a água mineral francesa seja tão famosa mundialmente;

Itália - produz muitas águas com gás. Como o solo é mármore, gera um líquido mais cremoso;

Portugal - extremamente mineralizada, muitas delas com gás. O sabor é levemente salgado por conta do sódio das rochas, provavelmente pela proximidade com o mar;

Espanha - também tem águas com alto teor de sódio e mais cremosas por conta do solo de mármore.


Com informações de Viver +50 e Fine Waters
Imagens: reprodução


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...