Últimas

15 de abril de 2016

Não corte a gordura da sua dieta, use-a a seu favor


Sabemos o quanto é importante se manter dentro do peso adequado ao nosso biotipo e evitar ao máximo a barriga "tonel de chopp" porque é nociva à saúde do coração e amiga da hipertensão, colesterol e diabetes. Para isso, não basta apenas praticar atividade física sem mudar a alimentação e logo os alimentos gordurosos são riscados da lista do supermercado. Ledo engano. É preciso aprendermos de quais gorduras se deve passar bem longe e quais são benéficas para utilizá-las ao nosso favor.

Segundo matéria publicada no Vírgula Saúde, é um erro cortar totalmente a gordura com intuito de proteger o corpo porque "a gordura é inimiga da saúde". Segundo observa a nutricionista Patrícia Cruz, evitar a gordura significa também a retirada de nutrientes que são importantes para o organismo.

"São alguns mitos que viraram regras como a afirmação de que a gordura só faz mal. Antes de tudo é preciso saber quais gorduras fazem mal e quais fazem bem. Comer mais gordura do que o recomendado não é bom para saúde. Porém, excluir a gordura total da dieta não é uma prática recomendável. É preciso fazer de forma saudável, optar por gorduras insaturadas"


Gorduras Benéficas 


As gorduras benéficas auxiliam na redução do colesterol total e da fração LDL, o colesterol ruim, podem reduzir as triglicérides e atuam na saúde do coração. São chamadas gorduras insaturadas e estão classificadas em duas categorias: 

Poliinsaturadas: são encontradas nos peixes (salmão - exceto o de cativeiro-, arenque, cavala e sardinha) e óleos vegetais (soja, milho, girassol, canola), linhaça e nozes;

Monoinsaturadas: são encontradas no azeite de oliva, óleo de canola, óleo de coco, azeitona, abacate e frutas oleaginosas (amendoim, castanhas, nozes, amêndoas).


Quantidade de Consumo Ideal


A recomendação é no máximo 35% do total calórico da dieta podendo ser consumida a qualquer hora e estar presente em qualquer refeição do dia. Um bom exemplo são as frutas oleaginosas que podem estar presentes no café da manhã, dentro de um cereal integral ou nos lanches intermediários adicionados de frutas de frutas frescas ou secas, enquanto que o azeite de oliva pode ser adicionado para temperar saladas ou no preparo dos alimentos.

Portanto, consuma com moderação frituras e alimentos gordurosos que não sejam insaturados e os substitua por aqueles que trabalharão a favor da sua saúde. Seu organismo e físico agradecem.



Com informações da nutricionista Patrícia Cruz para o site Virgula Saúde

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...