Últimas

17 de fevereiro de 2016

Rede social e aplicativos que ajudam a fechar negócios


Estar fora da internet ou não fazer uso das redes sociais para se aproximar de parceiros e clientes potenciais é um dos maiores erros dos empreendedores. As novas tecnologias, além de encurtar distâncias, em muito facilita quem quer ampliar o networking e principalmente fechar negócios.

Três dessas novas tecnologias merecem destaque: a rede social Meetup, que faz o movimento inverso e promove encontros ao vivo (online) a partir do offline; e os aplicativos Match Up Franquia e o Quero Uma Franquia, voltados para quem está interessado ou já trabalha no franchising. Confira quais são os seus diferenciais.



Meetup


Segundo a definição que consta no site, a Meetup é a maior rede mundial de grupos locais e por meio dela qualquer pessoa pode organizar um grupo onde mora ou encontrar um dos milhares que já se reúnem ao vivo. As estatísticas apresentadas impressionam: mais de 9.000 grupos se encontram diariamente, todos com o objetivo de alcançar melhorias pessoais ou coletivas, numa época em que quase tudo se resolve no online. Dentre esses grupos, que possuem os mais diversos assuntos, está justamente o de empreendedorismo. 

De acordo com os usuários entrevistados pelo portal Exame, nestes é possível encontrar pessoas que compartilham da mesma visão e dos mesmos problemas, além de estrangeiros que vivem no Brasil, criando uma comunidade segmentada. Também, é possível manter-se atualizado, criar um networking mais sólido e composto por pessoas que realmente querem fazer negócios ou investir neles, além de tornar as relações mais pessoais e com isso facilitar o fechamento de negócios. 



Match Up Franquias


Com apenas sete meses de existência e mais de 5.500 usuários e 150 franquias registradas, o Match UP Franquias é um aplicativo gratuito para iOS e Android voltado para franqueados ou para quem deseja abrir seu próprio negócio pelo sistema de franquia.

Criado em junho de 2015, utiliza o mesmo princípio e tecnologia de cruzamento de dados do app de paquera Tinder para unir redes de franquias e investidores em potencial se valendo de critérios de segmentação de mercado e capacidade de investimento do empreendedor.

A partir do perfil do investidor, a plataforma indica as franquias mais adequadas e um chat é iniciado, o match, após a aprovação de ambas as partes para um primeiro contato, finalizando aí a função do app, que não se envolve na parte da negociação. Para as franqueadoras interessadas, o custo pelo uso da plataforma sai por cerca de R$ 3.600 ao ano, enquanto que para os potenciais empreendedores seu uso é gratuito. 



Quero uma Franquia


A Associação Brasileira de Franchising - ABF, com intuito de capacitar empreendedores que desejam se tornar franqueados, lançou o aplicativo Quero uma Franquia e, de acordo com a Folha de S. Paulo, o app já possuía mil usuário em apenas três meses de operação.

Mais educacional e igualmente gratuito, sua lógica se baseia em um jogo em que o usuário precisa responder questões acerca do universo do franchising. A cada cem desafios completados, o usuário ganha uma medalha e a 4 medalhas recebe certificado digital, como se tivesse concluído um curso que, segundo o Sebrae, pode contar pontos no processo de seleção por parte das franqueadoras. Ainda, conta com textos e vídeos esclarecedores sobre o ramo. 


Com informações da Folha de S. Paulo, Exame.com, Techtudo e Meetup.
Imagens: reprodução /divulgação

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...