Últimas

22 de fevereiro de 2016

Cuidado! Refluxo pode causar danos graves aos seus dentes



Você sofre com o refluxo diariamente e acha que isso é normal por fazer parte do processo digestivo? Saiba que está completamente enganado. O refluxo é uma doença digestiva que, se não tratada, pode levar ao surgimento de sintomas bucais indesejados e até à perda progressiva e irreversível da estrutura dentária. Ficar banguelo ninguém quer. A boa notícia é que pode ser contornada com algumas mudanças nos hábitos alimentares e na rotina. Confira.




O que é refluxo?


Segundo Leonardo Tribis, cirurgião-dentista do Hospital Albert Einstein, refluxo é uma doença digestiva em que o suco gástrico do estômago faz o caminho inverso pelo esôfago e volta para a boca. Esse líquido, normalmente muito ácido, tem o poder de irritar e inflamar os tecidos que revestem o esôfago e a mucosa bucal, diminuir a saliva e causar até perda dental.

Em um dia normal, o pH da boca varia entre 6.8 a 7.2 e o dente e a saliva trocam sais minerais o tempo todo. Entretanto, quando a saliva se torna ácida o esmalte dental passa a doar mais sais ao meio bucal fazendo com que o dente sofra um processo de desmineralização.


Erosão dental, boca seca e aftas


O fenômeno chamado de erosão dental é quando o refluxo atinge a boca com conteúdo gástrico variando o seu pH entre 1.2 a 3.0, influenciando negativamente na quantidade e qualidade da saliva, promovendo uma queda brusca do pH oral e dissolvendo os sais de cálcio e o fosfato que compõem o esmalte do dente. O resultado causa a diminuição do brilho do esmalte e a perda progressiva e irreversível da estrutura dentária. Dependendo do grau de desgaste provocado pela erosão dental, o tratamento pode ser bem invasivo e severo.

Outro problema é quanto a presença prolongada de ácidos na cavidade bucal pode, inclusive, levar à inflamação das glândulas salivares reduzindo sua quantidade e o fluxo salivar provocando xerostomia, ou boca seca, que pode desenvolver feridas como se fossem aftas. 

O especialista alerta sobre os procedimentos para o tratamento, mesmo quando bem indicados e efetuados, que requerem muita atenção e cuidado por parte do paciente que deve seguir a risca todas as indicações do profissional.


"Tempo, frequência e intensidade dos refluxos podem acabar deixando a camada do dente extremamente fina deixando-os cada vez mais amarelados e sensíveis. Às vezes é necessário colocar pinos, núcleos metálicos fundidos ou fazer restaurações. Se nossas orientações não forem seguidas ou o paciente se descuidar e acabar mordendo um alimento duro a raiz do dente pode ser fraturada e causar perda de todo elemento dental."



Mudança de hábitos 


Por isso, se você sofre com o refluxo, leia as 8 dicas de Leonardo Tribis para que os danos dentais sejam os menores possíveis.

1. Pode-se dizer que os episódios de refluxo são mais frequentes quando a pessoa está deitada, já que em pé a gravidade ajuda a impedir que o conteúdo gástrico vá para o esôfago. Portanto, evite deitar-se imediatamente após fazer suas refeições;

2. Também é recomendado fracionar a dieta ao longo do dia evitando que o jantar seja a principal refeição, além de comer devagar e evitar alimentos que estimulem a produção ácida do estômago, como pimenta, café, chá preto, limão, vinagre e bebidas cítricas entre outros;

3. Evite ingerir líquido durante as refeições aguardando um intervalo aproximado de 1 a 2 horas;

4. Evite bebidas alcoólicas, pois elas relaxam a esfíncter (músculo que abre e fecha o canal do esôfago) e deixam o estômago ácido, e as gaseificadas (como refrigerantes e águas tônicas), pois o gás promove o aumento da pressão intragástrica;

5. Evite escovar os dentes imediatamente após o consumo de comidas ou bebidas ácidas (já demos essa dica aqui). É preferível aguardar pelo menos 1 hora ou escovar antes de se alimentar;

6. Controle a obesidade e o sobrepeso associando uma dieta saudável à prática habitual de exercícios;

7. Durma em uma cama elevada na cabeceira em aproximadamente 20 a 25 cm;

8. Fuja de roupas apertadas na região do abdômen como: calças, cintas e cintos. Esse tipo de peça aumenta a pressão desta área do corpo facilitando o refluxo do ácido para o esôfago.


Com informações de Agência Beta e portal Terra
Imagens: reprodução 

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...