Últimas

3 de dezembro de 2015

Shake vegetal mata a fome e mantém o shape


O shake vegetal é uma poderosa e nutritiva bebida que deve fazer parte do cardápio de quem quer emagrecer, manter o peso ou o físico conquistado de maneira saudável. 

Com boas doses de fósforo, ferro, potássio e vitaminas como a vitamina E, antioxidante que evita a degradação das células, e aminoácidos essenciais, que contribuem para a recuperação e o crescimento muscular - que é de grande interesse nosso -, a bebida ainda tem poder de matar a fome e te manter bem-alimentado. Então, pense duas vezes antes de não inseri-la na sua dieta!

Produzidos à base de proteínas do arroz, soja, aveia e ervilha, por exemplo, que são ricos em fibras, os shakes vegetais também são mais leves e melhoram a digestão (não te deixando barrigudo ou inchando o "tanque"), prolongam o esvaziamento gástrico e promovem saciedade precoce, te deixando com menos fome e te ajudando a emagrecer por não te fazer exagerar na hora de comer.

Sem falar nas vitaminas e minerais que essas proteínas vegetais possuem porque são extraídas do próprio grão e não adicionadas à fórmula, como acontece com o whey protein, por exemplo. São excelentes fontes de gorduras porque são menos calóricas que as de origem animal, ou seja, consumindo-as você mantém a saúde do coração, fortalece seu sistema imunológico e de quebra mantém o shape em dia.

Outro lance legal é quanto a quem é alérgico e não pode fazer uso de protéicos como já citado whey protein e albumina, por exemplo, porque não possuem soro do leite, lactose e muito menos proteína do ovo.




Como consumir


Tanto industrializado, que você encontra em lojas de produtos naturais ou de suplementos, quanto produzido em casa, o ideal é substituir uma refeição diária pelo shake vegetal, podendo ser o café da manhã ou o jantar. Mas atenção: jamais o consuma durante a refeição se o seu objetivo é emagrecer porque o efeito será justamente o contrário. 

Confira uma receita básica para preparar um shake natural em casa:

Ingredientes
1 copo de leite vegetal (caseiro ou industrializado, podendo também ser proteína isolada de ervilha ou de soja) em temperatura ambiente ou gelado
Mamão, morango, banana, maçã, pera, mirtilo ou outra fruta congelada a gosto
Melado para adoçar 
Raspas de limão ou canela a gosto para polvilhar

Modo de Fazer
Corte em cubos e congele com antecedência a fruta que deseja usar. Coloque no liquidificador o leite vegetal e comece a batê-lo enquanto adiciona a fruta congelada até ficar homogêneo. Adoce com melado, polvilhe com raspas de limão (no caso do shake de mamão) ou com canela (shakes de banana ou maçã) e sirva imediatamente.



Caso queira preparar o leite vegetal em casa, seguem 5 receitas básicas:

Leite de arroz: utilize 1 litro de água para cada xícara de arroz, que pode ser branco ou integral. Cozinhe por 15 minutos, bata no liquidificador quando estiver frio e coe. 

Leite de soja: bata no liquidificador 3 xícaras de água para cada xícara de soja (que deve ficar previamente de molho por 12 horas), coe e cozinhe o líquido até a espuma sumir. 

Leite de amêndoas ou de amendoim: bata no liquidificador 4 xícaras de água para cada xícara de amêndoas (que deve ficar previamente de molho por 12 horas) e coe, não sendo necessário cozinhá-lo, podendo adicionar essência de baunilha caso não curta o sabor. No caso de se utilizar o amendoim, que sai mais econômico, há a opção de cozinhá-lo até a espuma sumir.

Leite de aveia: utilize 4 xícaras de água para cada 2 xícaras de aveia em pó ou em flocos. Bata no liquidificador e coe. 

Lembre-se: a validade dos leites vegetais caseiros é menor ao dos industrializados e pasteurizados. Portanto, nada de fazê-lo para a semana inteira.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...