Últimas

22 de dezembro de 2015

Amazon dá livro digital para quem comprar bombons Nestlé


Quando tem promoção bacana, onde todos ganham, é sempre compartilhada aqui no +40BC e a Bombom de Ler não poderia ficar de fora. Se você gosta de ler e ainda não reparou na sessão de chocolates e guloseimas do supermercado que frequenta, não tem problema. A promoção vai até abril do próximo ano e a meta é vender 30 milhões de caixas de bombons em mais de 5 mil pontos no país.

Visando as compras de Natal, trata-se de uma parceria entre filial brasileira da suíça Nestlé, detentora das marcas de chocolate Nestlé e Garoto, e a americana Amazon para oferecer gratuitamente um livro digital a quem comprar caixas de bombom. Além de aumentar as vendas da guloseima, a parceria também oferece a oportunidade de experimentar as vantagens da leitura digital para quem ainda está "preso" ao livro físico, de papel.




Como funciona


Ao abrir a edição especial das caixas de bombons Amarela da Garoto ou Especialidades da Nestlé, você encontrará o código que deverá ser inserido no hotsite da promoção e escolher entre 10 best-sellers, sendo que cada caixa (ou código) dá direito ao download de 1 título, podendo ser baixado até 30 de abril de 2016. A partir daí, o livro ficará disponível por tempo indeterminado.

O livro digital poderá ser lido por meio do Kindle, leitor digital da Amazon, pelos aplicativo Kindle disponível na Apple Store e Google Play - aliás, este aplicativo é muito bom e é o que eu uso para ler meus livros digitais e documentos em Acrobat PDF no meu tablet -, e até pelo computador por meio do site Kindle Cloud Reader. Ou seja, não tem mais desculpa para não ler.


A promoção não se esqueceu de que homem também gosta de bombons e disponibilizou 4 títulos de nosso interesse.


Best-sellers


Os títulos disponíveis para download são variados e atendem a quase todos os gostos, inclusive infantis já que as caixas de bombons têm certo apelo para a criançada. Dê uma olhada:

Guerra dos Tronos, volume 1, de George R. R. Martin;
1808, de Laurentino Gomes;
Scrum – a arte de fazer o dobro de trabalho na metade do tempo, de Jeff Sutherland;
25 anos do Menino Maluquinho, de Ziraldo;
As melhores receitas do Que Marravilha!, de Claude Troigros;
Memórias da Emília, de Monteiro Lobato;
Guia Politicamente Incorreto História do Futebol, de Jones Rossi e Leornardo Mendes Jr.;
Com Carinho, Lucy B. Parker: menina x superstar, de Robin Palmer;
Não Pare! Você entregaria sua vida nas mãos da morte?, de FML Pepper;
Casei e agora? As aventuras do meu descasamento, de Tatiana Amaral.



Para gostar de ler


Tornar o modelo de negócio de compra de livros, digitais e físicos, difundido em todo o Brasil e a escolha das marcas Nestlé, que detém a preferência nas regiões Sul e Sudeste, e Garoto, que predomina na região Nordeste, podem contribuir para os planos da Amazon, pelo menos é o que espera Alex Szapiro, diretor da empresa no Brasil.


"É uma estratégia da Amazon para as pessoas lerem mais livros. Certamente há muitas cidades em que o bombom vai estar exposto e os moradores teriam de pegar o carro e andar quilômetros para poder ter um livro. Há uma limitação de livrarias no Brasil. Os clientes que baixarem os livros também terão a opção de testar o serviço Kindle Unlimited gratuitamente por 30 dias. Esta é a união perfeita da doçura dos chocolates Nestlé com o prazer do ato de ler."


Do lado suíço, a empresa quer sua marca ligada à modernidade de estar associada a uma empresa de tecnologia, um segmento jovem, de acordo com Liberato Milo, vice-presidente da área de chocolate da Nestlé.


"Eu preciso estar aonde estão os consumidores. Não adianta. Hoje, ele é multi-tarefa. Ele vê TV, escuta rádio, joga no smartphone, compra pela Amazon e, ao mesmo tempo, come chocolate. Os pontos de contato onde eu preciso estar são todos. Para a Nestlé, a ação Bombom de Ler marca mais um capítulo da relação de afeto construída com os consumidores brasileiros ao longo de toda a sua história. Por meio da parceria com a Amazon, a companhia atua como facilitadora do acesso e reforça a tradição da busca constante por inovação, aproveitando o potencial de disseminação da leitura por meio de eBooks."


Apesar da gigante americana ainda não vender outros produtos no Brasil, se limitando aos livros físicos e digitais, esta pode ser a primeira de muitas parcerias do gênero, principalmente para que contribuam para a educação e cultura. Com certeza, serão muito bem-vindas.


Com informações de G1, Nestlé, Amazon e Tecmundo
Imagens: reprodução /divulgação

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...