Últimas

17 de abril de 2015

Roteiros charmosos para conhecer o Brasil de trem

Expresso Turístico da CPTM. Fonte: Divulgação 

Eu sou apaixonado pelo sistema ferroviário e viajar de trem, nem que seja por poucas horas ou mesmo minutos, vale muito mais ao carro ou por outro meio de transporte. 

Apesar do Trem de Alta Velocidade (TAV) brasileiro, o popular "trem-bala" entre Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro, não ter passado de mais uma promessa olímpica e eleitoreira, existem no Brasil roteiros ferroviários muito charmosos e que valem a pena conhecê-los. Tudo bem que não se comparam aos famosos roteiros europeus e asiáticos, mas é uma ótima pedida para quem nunca teve a oportunidade e para os apaixonados pelo transporte sobre trilhos.

De todos os destinos selecionados pelo Guia Viajar Melhor, destaco alguns que já tive a oportunidade de viajar e que compartilho com vocês a minha experiência, que foi extremamente positiva.


"Maria Fumaça" na Serra Gaúcha - Trem do Vinho

Fonte: Divulgação

Este é o meu roteiro ferroviário preferido. Além de estar num dos destinos turísticos mais charmosos do Brasil, a Rota da Uva e do Vinho na Região das Hortênsias, o passeio de duas horas num trem a vapor, a popular "Maria Fumaça", é tanto uma volta ao passado como uma imersão cultural na história do Rio Grande do Sul e da importância da imigração italiana para este estado do sul do Brasil.

Se você também gosta de vinho e espumantes, este é o roteiro certo para você. Isto porque os viajantes são recepcionados na estação de Bento Gonçalves (RS) com vinhos da Vinícola Miolo, enquanto em Garibaldi (RS), na "Capital do Espumante Brasileiro", os viajantes são brindados com suco de uva e espumante moscatel da Vinícola Garibaldi. O roteiro conta, ainda, com apresentações típicas de músicas gaúcha e italiana. 

Roteiro: Bento Gonçalves - Carlos Barbosa - Garibaldi (23 km)
Preço: varia de R$ 86 a 89 por pessoa (até agosto /2015), dependendo da temporada, com desconto de 50% para terceira idade (60 anos). Crianças de até 5 anos não pagam.
Informações: Grupo Giordani Turismo

Estrada de Ferro Campos do Jordão

Fonte: Divulgação

Conhecer a famosa "Suíça Brasileira" de trem é algo bastante inusitado, principalmente para quem já está acostumado a subir a Serra da Mantiqueira, no interior do estado de São Paulo, de carro.  

A centenária Estrada de Ferro Campos do Jordão - EFCJ, faz o roteiro entre Pindamonhangaba (SP) até Campos do Jordão (SP), passando por belas paisagens como o Rio Paraíba do Sul, o Vale do Lajeado e a Pedra do Baú, que formam o chamado "Circuito da Mantiqueira", além do histórico Alto do Lajeado, o ponto culminante ferroviário brasileiro, com 1.743 metros de altitude. Imperdível!

Há roteiros complementares, como o entre as históricas estações de Eugênio Lefévre, em Santo Antônio do Pinhal (SP), e Emílio Ribas, em Campos do Jordão (SP). Na primeira, o destaque fica para o Mirante Nossa Senhora Auxiliadora, composto pela grande e bela imagem da santa e por uma das mais incríveis vistas do Vale do Paraíba. Já a segunda, que fica no bairro do Capivari, no centro da cidade, é possível pegar um dos famosos bondes vermelhos e amarelos e se deslocar até a estação Portal, onde fica o Pórtico de Campos do Jordão, passando pelo charmoso bairro de Abernéssia.

Roteiro: Pindamonhangaba - Santo Antônio do Pinhal - Campos do Jordão (47 km)
Preço: varia de R$ 8,60 a R$ 48,00, dependendo do roteiro, data e horário. Recomendo reservar com bastante antecedência. Não há como adquirir bilhetes na estação Eugênio Lefévre. 
Informações: EFCJ

Cidades Históricas de Minas Gerais 

Fonte: Divulgação

Assim como a "Maria Fumaça" da Serra Gaúcha, a versão mineira que liga as cidades de São João Del Rei (MG) e Tiradentes (MG), a bordo de centenárias locomotivas oriundas da Estrada de Ferro Oeste de Minas, é igualmente histórica, charmosa e bastante agradável, principalmente após degustar os famosos rocamboles de Del Rei recheados com doce de leite ou goiabada. Fica a dica!

Além da bela e bem conservada Tiradentes (MG) - a mais charmosa de todas as Cidades Históricas Mineiras e que serviu de cenário para diversas produções telecinematográficas -, o destaque do trajeto fica para a rotunda da estação de São João del Rei e o Museu Ferroviário - tombado pelo Patrimônio Histórico e que conta o crescimento e declínio das ferrovias no Brasil -, o Rio das Mortes, palco da Guerra dos Emboabas (1707-1709), a Serra de São José e as famosas fazendas mineiras. Em Tiradentes (MG), não deixe de visitar o interior da Igreja Matriz de Santo Antônio (1710), segunda igreja em ouro ou douramento do Brasil e uma das preciosidades do barroco brasileiro, que abriga um órgão datado de 1788, considerado um dos quinze melhores do mundo.

Roteiro: São João Del Rei - Tiradentes (12 km)
Preço: R$ 56,00 para adultos e R$ 23,00 para crianças entre 6 e 12 anos, estudantes e pessoas acima de 60 anos. 
Informações: (32) 3371-8485 (Del Rei) ou (32) 3355-2789 (Tiradentes).


Expresso Turístico de São Paulo

Fonte: Divulgação

A linha férrea foi tão importante para tornar o estado de São Paulo na atual potência econômica da América do Sul que até lhe emprestou o apelido de "Locomotiva do Brasil". Pelos mesmos trilhos da extinta The São Paulo Railway Company, Limited - SPR, primeira linha paulista fundada por ingleses na segunda metade do século XIX para escoar a produção cafeeira de Jundiaí pelo porto de Santos, o Expresso Turístico da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos - Expresso Turístico CPTM oferece seus serviços desde 2009 em três concorridos roteiros, que devem ser adquiridos com muita antecedência.

A partir da belíssima e centenária Estação da Luz - além de ser  um dos principais cartões-postais da cidade de São Paulo (SP), este marco britânico também abriga o Museu da Língua Portuguesa e fica em frente à Pinacoteca do Estado, o primeiro museu de arte do estado, e próximo ao Mosteiro da Luz que abriga o Museu de Arte Sacra, um dos mais importante do Brasil neste gênero -, chega-se às cidades de Jundiaí (SP) - Terra do Vinho paulista -, Mogi das Cruzes (SP) - Circuito das Flores; ou ao Distrito de Paranapiacaba, em Santo André (SP) - também conhecido como "Vila Ferroviária" ou "Vila dos Ingleses" devido à sua arquitetura tipicamente inglesa e ao clima, que a levou a se candidatar ao Patrimônio Histórico da Humanidade.

A viagem é feita a bordo de uma composição formada por dois carros de aço inoxidável fabricados no Brasil na década de 1960 e tracionados por uma locomotiva a diesel com capacidade para 170 pessoas. Ao longo do percurso sobre os trilhos, monitores dão informações históricas sobre a ferrovia paulista e as estações da atual CPTM. 

Roteiros: São Paulo (Estação da Luz) - Jundiaí, com 60,5 km; São Paulo (Estação da Luz) -Mogi das Cruzes, com 48 km; e São Paulo (Estação da Luz) - Santo André (Estação Paranapiacaba), com 50 km.
Preços: varia de R$ 39,50 (1 usuário) a R$ 99,00 (1 usuário e mais 3 acompanhantes).
Informações: CPTM


Trem do Corcovado

Fonte: Divulgação

Fundada em 1884 por Dom Pedro II, imperador do Brasil, foi a primeira linha férrea eletrificada do país e que ajudou, anos mais tarde, a transportar os materiais que um dia comporiam o mais famoso cartão-postal da América do Sul e uma das Sete Novas Maravilhas do Mundo: o Cristo Redentor.

Ir ao Rio e não visitar o seu principal cartão-postal não é ir ao Rio, certo? Existem outras maneiras mais rápidas para fazer isto, como alugar um carro, pegar um táxi ou se servir das inúmeras lotações que cercam insistentemente os turistas. Mas nada se compara percorrer os 710 metros íngremes de altura do Morro do Corcovado tendo a vegetação abundante e preservada de Mata Atlântica ao seu redor. Na descida, é possível continuar apreciando a belíssima vista da antiga capital brasileira que lhe conferiu o apelido de "Cidade Maravilhosa". 

Como eu já fiz os dois roteiros, de táxi e de trem, opto pelo segundo. É demorada a espera, mas vale a pena. O ideal é comprar os bilhetes pela internet ou adquiri-los com alguns dias de antecedência na estação histórica do bairro do Cosme Velho ou pelos quiosques espalhados pela cidade. 

Roteiro: Rio de Janeiro (Estação do Cosme Velho - Estação do Corcovado), com 3,8 km.
Preços: variam de R$ 51,00 a R$ 62,00, dependendo da temporada ou do dia da semana, e incluem acesso ao Monumento ao Cristo Redentor. Crianças (6 a 11 anos) pagam R$ 40,00 e pessoas acima de 60 anos pagam R$ 20,00.
Informações: Trem do Corcovado

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...